quinta-feira, 23 de outubro de 2008

MUNDO PEQUENO MESMO!

Estamos nos anos 60, final da década. A cidade é Yorkshire na Inglaterra, ele trabalha em uma grande empresa daquele país, na área de comunicações. Na verdade ele encontra-se estudando, mas como bom brasileiro, conseguiu uma colocação nesta empresa e atua como assistente de diretória(sua fluência no espanhol, ajudou muito!), para América Latina. O visto de permanência dele é de estudante, portanto só ficará no país até a conclusão do curso. Isso já ocorreu a quase seis meses, mas ele permanece, agora fazendo um curso técnico de administração. O dono da empresa gosta por demais dele, e lhe avaliou uma conta corrente no Bank of London e para todos os efeitos ele é titular...Está será a primeira vez que nosso herói sairá do país, ele não quer ser pego pela imigração, então sairá por um mês retornando após como turista e homem de negócios. Essa foi uma jogada muito usada por imigrantes naqueles anos, mas fazia-se necessário uma conta-corrente e uma pessoa que confiasse. No caso de Sir. Mathelson, ele confiava naquele brasileiro, e tal era a confiança, que depositava quantias vultosas a serem utilizadas para pagamentos da empresa naquela conta e depois o brasileiro efetuava os pagamentos, só que para quem via o cadastro o brasileiro era titular absoluto e com poder aquisitivo...Era mais ou menos assim. Nosso amigo saia de viagem para a França por exemplo, e lá permanecia por 29 dias naquele país ou viajando por outros, ao retornar a Londres na aduana, os oficiais, checavam uma residência em Yorkshire, um cargo em empresa gigante do setor, uma conta em seu nome forrada de libras e dólares, residência no Brasil, era admitido imediatamente, como uma espécie de milionário brasileiro com negócios naquela país! Com essa atitude ele permanecia mais uma temporada em Londres e trabalhava e estudava...

Estamos no final do ano...Já está nevando(não muito), além do fog londrino, a neve nesta época é quase diária...O brasileirinho terá de sair novamente, só que desta vez há trabalho, seu destino Alemanha...Cidade Berlim. Desembarcando naquela cidade alemã o movimento de aterrizagem e decolagem é tal, que desviam o voo para o aeroporto de Schonenfeld. Chegando ao hotel, desfaz as malas e vai jantar. O restaurante tem bom movimento, mas ele resolve, ir a um restaurante perto do hotel com excelente cozinha..Lá chegando, uma mesa lhe é oferecida e resolve tomar um drinque antes do jantar, está sozinho e no dia seguinte o trabalho vai ser grande, pois deverá acertar dois contratos de venda de satélites...Quando está sorvendo seu drinque, absorto em pensamentos, entra no restaurante uma alemanzinha, com 1,70 de altura, cabelos loiros (compridos), olhos verdes(não é novidade neste país), seios pequenos mas bem divididos(estava sem sutiã, e percebe-se os bicos endurecidos e apontando para o céu). Agora o que aquela mulher tinha e maravilhoso era sua bunda...Uma obra de arte! Uma curvatura não exagerada, mas que deixava a curva da parte superior terrivelmente linda com arrebitamento suave e super sensual, os glúteos eram duas porções iguais em grau de dureza e beleza, ela trajava uma mini-saia (por baixo do enorme casaco que chegou!), que ao sentar desvendava um par de coxas, sem celulite e de uma cor branca apaixonante. Nosso brasileirinho , já via-se navegando com seus lábios por aquelas coxas, em diversas direções. Envolto em pensamentos, nosso amigo sequer percebeu que ela estava lhe observando com um sorriso nos lábios(lábios esses de um tom rosa inesquecível), ao cair em si destes pensamentos, deparou-se com ela observando e rindo dele. Ele deu um sorriso xoxo e voltou ao drinque! Mas como ficar sem olhar para aquela deusa germânica, com aquelas coxas lhe dizendo - " Vem. - Você quer? A pessoa que estava com ela, levantou-se e saiu, deixando-a sozinha naquele salão, nosso amigo não perdeu tempo, ao primeiro olhar dela, levantou seu copo e ofereceu, ela deu uma gargalhada e falou algo em alemão que ele não entendeu, mas levantou-se e aproximando-se perguntou em inglês - Você veste-se como um inglês, mas sua aparência é de latino, estou certa? - Sim responde, ele brasileiro! - Olha só, um brasileiro, eu penso em um dia conhecer o Brasil, vou mais além se possível morar lá! Apresentações feitas ele convida-a a jantar, o que é aceito de pronto! Fica curiosa com a pouca idade do brasileirinho e já um homem de negócios, viajando para vender equipamentos sofisticados. Afirma...Eu sabia que os brasileiros são muito inteligentes e galanteadores, mas todos tem essa vocação para os negócios? Ele ri e afirma que no país o número de pessoas inteligentes é grande, mas o ensino deixa a desejar, pois o militares não querem que as pessoas estudem, visto que os incultos dão mais facéis, com maior poder de manobra. O jantar transcorre sem maiores problemas, de depois de um bom vinho eles continuam conversando. Chega a hora da despedida, mas ele fica refletindo....Será que dou uma de cavalheiro e convido-a para sair outro dia, ou ataco de cafajeste e convido-a para uma esticada até o hotel..."-Oh duvida cruel!" Eu quero e acho que ela também quer...Mas! Entre um cigarro e um gole de vinho ele lança no ar a frase...- Poderíamos esticar até o hotel, fica aqui perto. - O que você acha? Ela olha com aqueles olhos verdes claros dentro dos olhos dele e diz...-Nada me daria maior prazer! Ele coloca sua mão por cima da dela e acaricia delicadamente. Saem a rua e chove fraco, que conhece a cidade e o país sabe que essa umidade significa neve! Caminham e na esquina antes do hotel, ele a toma nos braços e olho no olho, beija seus lábios, a confusão de línguas é o prenúncio do que esta por vir...No elevador ela fica lhe beliscando a bunda e ficando na ponta dos pés, ela morde-lhe a orelha...Ele tem que conter-se para não gritar e assustar o ascensorista...Doeu! Quase não deu para chegar no apto, no corredor atacaram-se como dois loucos de tesão, dentro do apto, entraram ele sem casaco, paletó, gravata e camisa, ela sem casaco, com a blusa desabotoada e seios lindos a mostra. O que seguiu, foi um par de seres humanos, entregues ao amor e ao néctar de "Baco" e ao sexo desbragado...Amaram-se até o raiar do dia...Inventaram coisa que nem no kamasutra existe, ela com seus 18 anos e ele com 21, pareciam experientes amantes. Despediram-se com tristeza, mas ele tinha que trabalhar(e sem dormir), mas saiu-se bem e fechou os contratos...Encontraram-se mais duas vezes antes dele retornar. Ficou encantado com ela, até por quê, ela gostava de praticar um tipo de sexo, que ele simplesmente ADORA. Beijos e abraços e nosso herói embarca para Londres dela resta a doce lembrança de sexo e amor e sua imagem no saguão do aeroporto dando adeus...
Mais tarde ele desliga-se da empresa, segue para França onde fez, pós graduação e de lá para New York. Os anos passaram para o nosso amigo, e agora já perto da terceira idade, reside em uma localidade, distante dos grandes centros e da agitação e violência. Seu comprade e comendador como ele, convida-o para um almoço, quer apresentar um casal de mudança para aquela localidade. Ao saber o nome do homem do casal, fica feliz, trata-se de um bom amigo que conheceu na França. Afro brasileiro com 2 metros de altura especializado em cardiologia, ao encontrarem-se, ele o abraça e ao olhar para a mulher...Bem a mulher, continua com seus lindos olhos verde claro, seios lindos e aquela bunda deliciosa...Apesar da idade.
Betho Sides

Visitem: http://nsides.blog.uol.com.br. ou http://diarim.blogspot.com.

28 comentários:

Ana Luiza disse...

Uau!! E esse novo encontro, certamente renderá um belo post também. Mas não podemos esquecer que o cardiologista é amigo e com amigos não se brinca...rs. Parabéns. Bjs

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá Betho, grata pela tua visita ao meu blogue, adorei as palavras que deixas-te e gostei da tua maneira de te expressares, com carinho... Agora o teu texto, magnífico de uma ponta a outra!...
O relato do encontro dos dois personagens, simplesmente elariante!!!
Agora temos uma nova questão... Como será o reencontro ?
Vai dar postagem ?
Adoraria!!!
Sou uma romântica!

Ficaria feliz de voltar a receber a tua visita... Tenho mais três blogues,
se quizeres dar-me o prazer da tua visita, cá te espero.

Nasci nos Açores, lhas magníficas, como poderás constatar, mas vim para Lisboa, para a Universidade e por cá fiquei!...

Querido Betho, desejo-te um belo fim de semana, com quem amares e desejares estar... Deixo-te beijinhos de carinho deste lado do Atântico,
Fernandinha

Bandys disse...

Betho,
Mas quem diria voce um verdadeiro contador de historias, rss

Obrigada pelos elogios mas nem tanto..
beijos amado e querido e preferido

Adri disse...

Ei! passei rapinho pra deixar um bju e desejar um ótimo find...

TODO NOSSO disse...

Bethao,q lindo esse conto,amei!!
realmente,Marcinha é encantadora!!
darei o abraço ao Sergio,q ta só na folga,mes q vem,nos veremos,dez tb,janeiro tb,se Deus quiser,saudade é ruim!!!
adorando seu novo blog,estou meio ausente,ms nap é por qerer,é pq fim de ano, os professores nao dao folga,muito trabalho ,ainda tenho mais um ano,mas vale a pena...
bj bruxao!!
Lane

Segredos do Coração disse...

Oi Beto, este deve ser real, pois foi contado tão minuciosamente,e no fim não tinha aquela famosa frase:
_"Qualquer semelhança com a realidades é pura coincidência".
Será ela a musa inspiradora daqueles teus post de poesia e coração partido?
Estou chegando perto?
Não vou desejar bom fim de semana ainda, por enquanto só uma ótima noite de sexta-feira.
Beijos

Mariana disse...

Que neste final de semana
o seu caminhar encontre
o caminho das flores.
Beijos

loba disse...

Keio e fico pensando: é ele! rs.. Vc, tá? De qq forma, os tantos detalhes sãocoisa de gente que sabe contar história - autobiograficas ou não! rs
BT, estive no outro blog e pra variar não consegui abrir a cx de comentarios. Mas queria dizer o seguinte: o advogado tem sensibilidade pra poesia, viu? Adorei!!! rs...
Beijoconas

Márcia disse...

++▄██▄+++▄██████▄+++▄██▄++
+██████+██████████+██████+
+██████████████████████+
+███████amizade ████+
++██████████████████████++
+++████████████████████+++
+++++████████████████+++++
+++++++████████████+++++++
++++++++++++██++++++++++++
++▄███▄+++++██+++++▄███▄++
+███████++++██++++███████+
++███████+++██+++███████++
++++██████++██++██████++++
++++++█████+██+████



Lindo Fim de semana pra vc....bjus

São Pauloooooooooooooooo, rsrsrsr

d* sonhos disse...

Belo conto e em cada um novo encanto...será o B na história...não sei, as vezes acho q foram fatos reais, ou minha imaginação está voando...hehehe

bjos e um fds lindinho prá ti!

o¤° SORRISO °¤o disse...

Oi Betho.

É um senhor contador de estórias! Ou serão histórias? Ficção? Realidade? Hummmm... :-)

Maravilha!

Olha, tem um PRÊMIO aguardando você lá no Brincando com Arte. Vai lá pegar. É de coração!

Bom fim de semana para você.

Beijos mil! :-)

Beatriz disse...

Uma história com toques de realidade... excelente narrativa!

Fica um raio de luar enfeitando teus sonhos e um beijo no coração no desejo de um domingo bem legal.

Beti Timm disse...

Betho,
sempre que venho aqui me delicio com suas histórias. Desta vou ficar esperando a continuidade!

Beijos carinhosos

Márcia disse...

Fascinante pra mim é...
Saber que a vida é conseqüência das nossas atitudes.
Mimar a criança interior, deixar acontecer...
Praticar a humildade.
Adorar o calor humano
Aproveitar as oportunidades
Ouvir o coração...
Acreditar na vida!

Linda semana para você!!!

Dina disse...

Acho que já falei isso....mas vou repetir; você tem um dom maravilhoso de narrar .....sem confundir....é simples ...é como se estivesse a conversar...com se escutasse...e não lê-se o que vc escreve!
Impressionante....essa sua capacidade de transformar o irreal...em algo detalhadamente real!
Bjs.

pseudo-autor disse...

Como contador de histórias que sou, fico sempre feliz em encontrar outros grandes contadores como eu. Belíssimo texto! Pretendo regressar aqui mais vezes.

Pedro Ivo disse...

Eu sabia que mesmo sem os seios enormes, a bunda seria impecável! Rs. Ai,ai, ai Betho... Já to pegando todas as suas caracteristicas! O que é ótimo, mais eu sei que vc vai ficar grilado e já vai mudar algo, rs. Mais como sempre digo, um belo conto.

Lino disse...

Confirma-se a preferência nacional e a fixação de todo homem. Afinal, nada mais chamativo do que uma bela bunda.

Ana Luiza F. disse...

Olá meu amigo. Passei pra dar um oizinho básico e dizer que a mesa, aquela do canto... aquela que tem a placa "Reservado para o Betho"..., continua lá. Bobyzinho mandou dizer que adoraria conhecer as gatas, viu? Bjão meu querido e uma ótima semana.

Grace Olsson disse...

bETHO, QUE CONTO MARAVILHOSO.
AMOR PARA 100 ANOS...
COISAS QUE O DESTINO RESERVA..
BJS E DIAS FELIZES

Vivian disse...

...é
o mundo realmente é pequeno!
e eu quero só ver o final
deste reencontro,
se é que existirá chances,
que somente será possível,
se não houver o tal de ciúmes,
tema do meu post e que aliás,
eu tive a honra de receber
seus 'pitakos' por lá...rs

obrigada!

bjus

angela warlet disse...

Oi Betho!
Obrigada pela visita!Teu texto uma armação do destino,encontros e desencontros.A confirmação de que nada acontece por acaso...
Abraço,angela

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Oi, Betho, estou retribuindo a visita que fez ao meu Blog e quero dizer-lhe para que volte sempre.
Um beijo,
Renata Cordeiro

o¤° SORRISO °¤o disse...

Oi Betho.

Que no dia 31/10
Você tenha um Halloween assombrado.
DOCES OU TRAVESSURAS?

Link para o presente de:
DIA DAS BRUXAS (clique aqui)

Beijos mil! :-)

Felipe disse...

Cara ainda conseguir ler o que a ana te escreveu antes que apagasse, não fazaia idéia que ambas estava macumunadas em mentir pra mim, lógico que fiquei p... da vida com o que li tanto de você para ela qto dela para você, mas nessa minha andança pelo mundo aprendi que ninguém é de ninguém, por isso podes continuar seu intento, mesmo pq eu a conheci pela net, então minha cocepção a respeito de frequentadores não irá mudar nunca.
Não tenho blog, mas podes me escreveres se achares que deve neste endereço fefrauches@estadao.com.br
acho que não ligarás, mas meu tel de casa é : 11.3996-7661.
Abraço e u bom dia.

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Betho:
Vc disse que gostou do meu Blog e cá estou para lhe dizer que fiz
nova postagem sobre um filme policial, há poemas meus, outro traduzido, imagens novas e outras do post antecessor, flores, etc.
Estou à sua espera.
Um abraço,
Renata

Canto da Boca disse...

Pequeno mesmo, o mundo, e olha que o Drummond e o Pessoa, o dizem tao vasto... Parece tão auto-biográfico... O que acrescenta doses excessivas de curiosidade, mas tomara que você nos sacie no próximo post.
Abraço.
;)

Severino disse...

Seu Betho, tem cada nome estrangeiro aqui.Mas eu sou esforçado, leio tudo e o senhor é muito bom.Demoro pra fazer minhas coisas porque dependo dos outros, mas tô tomando gosto, vou continuar.Deus lhe pague!